quarta-feira, 30 de março de 2011

Conheça mais sobre os Góticos Cristãos!



O goticismo é visto freqüentemente com desprezo pela sociedade porque muitas pessoas falsamente o associam com o satanismo, a anarquia, o neopaganismo, rebelião, etc. Existem góticos que são satanistas, anarquistas, e neo-pagões, estes compõem só um pedaço minúsculo do goticismo. Muitas fontes indicam que a maioria dos góticos no mundo é cristã. Cruzes e crucifixos são coisas populares entre góticos. Então, o goticismo é mal?

Em primeiro lugar, o que é goticismo?

Muitos dizem que as pessoas que usam preto, celebram escuridão e a morte, ou freqüentemente estão deprimidas são góticos. Porém, estas coisas não são necessariamente verdades. O goticismo tem suas raízes numa tribo germânica, conhecida como "visigodos" que causaram a queda do Império Romano. Muitos destes visigodos rapidamente abraçavam a Fé Cristã e assim o goticismo nunca esteve sem uma grande porção de crentes tementes a Deus. "Gótico" também se refere à arquitetura Medieval que estava incorporada à construir igrejas e catedrais. O termo era pejorativo e era usado como um insulto ao estilo de construção (que foi reconhecido depois como muito eloqüente e artístico). E também, no século XIX, "gótico" é um rótulo para a escura, tenebrosa, e um tanto misteriosa literatura de autores e poetas como Edgar Allan Poe, Mary Shelley. A subcultura gótica que nós conhecemos hoje foi popularizada nos anos 80 como um agudo contraste ao movimento da discoteca, luminoso e selvagem. O termo "gótico", como nós usamos agora, foi cunhado pelo empresário de uma banda gótica chamada "Siouxsie Sioux", para descrever o som escuro e sombrio da música deles.

Isso expõe outra objeção: o goticismo enfatiza morte, escuridão e sofrimento. Como alguém pode ser um gótico cristão? Ser um gótico cristão não seria ignorar outros fatores como luz, vida, e renascimento?


"Mas o Senhor disse a Samuel: "Não olhes para a sua aparência [...] Porque não como o homem vê é o modo de Deus ver, pois o mero homem vê o que aparece aos olhos, mas quanto ao Senhor, Ele vê o que o coração é."" (I Samuel 16:7)



*Góticos para Cristo:

Soa estranho, traz perguntas e dúvidas e é, no mínimo, curioso. A questão é: A sub-cultura gótica tem uma religião definida? A resposta é: Não! A sub-cultura é laica, portanto não tem nenhuma religião definida. E afinal, porque faríamos parte de uma sub-cultura que nos obriga a seguir a uma determinada regra de comportamento? Há muito tempo as pessoas relacionam o gótico com satanismo ou vampirismo, ou qualquer religião pagã. Diante dessa visão distorcida, também acham que nós estamos querendo lançar os góticos do bem, góticos cristãos. Não estamos aqui para pregar uma religião. Acreditamos em um Deus, e queremos mostrar que é possível acreditar nEle e fazer parte da sub-cultura gótica, já que, como mencionamos, essa não tem um credo pré-definido. E nem queremos inserir uma nova fé, ou ensinar uma nova doutrina. Estamos apenas destacando a possibilidade de se seguir uma outra opção de credo diferente das que são comumente associadas aos góticos, mas de forma a não descaracterizar a sub-cultura, nem agredir a nenhuma religião.

Fonte: http://brutalwarfare.blogspot.com

5 comentários:

  1. Concordo plenamente, pos também sou Gótica Cristã. O preconceito é grande demais, entre os outros Góticos e também no meio Cristão.

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente, pos também sou Gótica Cristã. O preconceito é grande demais, entre os outros Góticos e também no meio Cristão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A sua fé não interfere no seu estilo, mas o exemplo e a diferença compõem o convencimento.

      Excluir
  3. o fato de sermos diferentes nao quer dizer que nao temos sentimentos fe ou amor no coracao,,,,,,,

    ResponderExcluir