quinta-feira, 27 de março de 2014



O prazer de estar lá (minha Jerusalém).

Quando eles disseram: “vamos a casa do Eterno!” Meu coração pulou de alegria. E agora aqui estamos, ó Jerusalém, do lado de dentro de seus muros!
Salmos capítulo 122, vers. 1-2 

Em nossas vidas em algum momento o prazer de ir à casa de Deus desaparece, para muitos este tipo de atitude não se explica, pois é muito mais fácil dizer que a pessoa desviou do caminho ao invés de entende-lo. Vejo as coisas da seguinte forma, talvez por experiência minha ou exemplos de outros, desentendimentos, discordâncias, obrigações, pressões, costumes, profetadas entre outras coisas fazem qualquer cristão abandonar a casa de Deus por um por pouco tempo, por muito tempo ou para sempre.

Jerusalém, cidade bem construída
como lugar de adoração,
para elas as tribos se dirigem.
Todas as tribos do Eterno (Deus) lá sobem para adorar,
para agradecer o nome do Eterno-
isso é o que significa ser Israel.
Tronos para julgamentos dos justos
foram estabelecidos ali – os famosos da casa de Davi.
Salmos capítulo 122, vers. 3-5

Mas qual o intuito de estar lá? Porque no início temos o prazer de lá estar? E em que momento nos perdemos? A casa de Deus da mais humilde a mais sofisticada é o lugar de adora-lo, busca-lo, de oferecer o melhor para a sua casa e da sua vida, é lá que Deus se revela diante de você e tem o prazer de chama-lo de Filho, ser Israel é se sentir acolhido, escolhido, separado para ser feliz, completo, abençoado.
A Igreja é formada por pessoas e as pessoas possuem seus defeitos, suas dificuldades, seus problemas suas alegrias e tristezas. As pessoas com sua boa vontade, má vontade e ambições se perdem no servir, esquecem o motivo maior de frequentar a casa de Deus, se magoam, as vezes por intenção e as vezes sem razão. Talvez por isso ou por outros motivos perdemos a visão, o prazer de estar lá, a igreja formada por mim e por você se entristece com a injustiça, com a obrigação e assim abandona a casa de Deus.

Orem pela paz de Jerusalém!
Sejam prósperos todos que amam Jerusalém!
Gente amiga, seja feliz!
                Estrangeiros hostis, mantenham distância!
Pelo bem da minha família e dos seus amigos,
                Digo outra vez: “Vivam em paz!”
Pelo bem da casa do nosso Deus, o Eterno,
farei o melhor por você.
Salmos Cap. 122, vers. 6-9.

Deus é motivo de Jerusalém estar erguida, e por isso que ela existe, devemos buscar e olhar a grandeza de Jeová em sua casa e justamente lutar para que ela seja uma casa em que tenhamos prazer de estar lá, uma casa abençoada, afastar os estrangeiros com suas ambições sem sentido, a inveja e as contendas, a igreja não está livre disso, mas devemos lutar contra essas coisas para defender nossa família e nossos amigos. Abençoe os estrangeiros dando-lhe a paz, pois Deus tem o poder de afasta-los, recomponham-se das tristezas, somos igreja estamos juntos pra para sorrir e para chorar, tenha prazer na casa de Deus, alegre-se de estar lá, pois o Eterno tem em suas mãos poder e toda sorte de bênçãos pra te entregar. A prosperidade e a riqueza do homem se busca na casa de Deus, vai além do material. 

Para o bem da casa de Deus, farei o melhor por você Igreja, o meu maior tesouro é sentir prazer em estar lá.